aterrando e embalando

Agosto 22, 2012 — Deixe um comentário

aos poucos os aviões aterram, e as memórias embalam-se.
nos últimos meses passados em continente americano, imersa no deslumbre dos eventos em acção, o uso da máquina fotográfica foi bastante irregular: quase em jeito de “vá-lá, congela para a posteridade – bem sabes que vale a pena”. cá está o resultado das capturas, sem caras das gentes lindas que nem me recordei de pedir autorizações.
quem quiser vir comigo, escolha o adequado terminal de viagem, ‘clicando’ na foto para aceder à galeria).

as duas primeiras semanas em esalen, em modo 5 ritmos de manhã à noite:

esalen é um centro de formação que celebra este ano os seus 50 anos de actividade, na vanguarda do movimento de consciência e espiritualidade – sobretudo na sua relação com o corpo e movimento. é um local paradisíaco, sobre o pacífico, junto à famosa estrada N1 que liga são francisco a los angeles.
o edifício na foto é o escritório-recepção, ponto de acolhimento. na mais bela e desfrutada zona dos hot-tubs, mesmo sobre o mar, não é permitido o uso de câmeras fotográficas, preservando a privacidade e há-vontade de cada despido utilizador.
nesta galeria encontram também fotos de monterey (a cidade mais próxima) onde passei o fim-de-semana entre formações.

os dias que se seguiram mostram-se em fotografias de  são francisco e marin county.

sanfranxisite

são francisco é a cidade mais colorida e mais espontaneamente acolhedora. marin county é o ‘distrito’ do outro lado da golden gate – diz-se ser a zona mais rica e abastada dos estados unidos. sausalito virou primeira casa, mill valley segunda.
nesta galeria encontram fotografias de harbin, outro momento 5 ritmos, e de tamalpa – onde tive o previlegio de estar com daria e anna halprin em profundas investigações da ligação da expressão artística narrativa, do movimento e da relação entre estas expressões e os corpos que habitamos, especial foco na relação entre o físico e emocional.

um salto ao colorado, no interior dos estados unidos, permitiu alguns passeios em zonas desertas de estâncias de ski e trouxe um breve mergulho de uma manhã em boulder – protegida pelas grandes montanhas rocky mountains.

colorados

respingos de nova iorque patrocinam viagens mais baratas, mais umas aulas de ritmos e abraços saudosos a amigos lá longe.


e
m direcção ao ponto de partida, momento para aterrar nas terras baixas da europa – invadidas por chuva e um frenesim turístico nas ruas de amsterdão. o jet-lag acentua-me um cansaço hiper-sensível e fez difícil o entrar na onda de quem por lá não-nada.

amsterdas

.
sem mala de viagem, com mochila de fotografar, cá vos espero se memórias quiserem comigo congelar : ) até já!

.

[ se acederem às galerias do flickr podem ver todas as fotografias de forma sequencial, das mais recentes às mais antigas:
– descendo a página, abaixo da 5ª foto tem hipótese de escolher ir navegando para as páginas antecedentes;
– usando a opção de slideshow, onde automaticamente as fotografias são apresentadas em sequência;
– escolhendo o album (set) que quer explorar, os mais recentes listados do lado direito da página e em index aqui. ]

.

Sem Comentários

Be the first to start the conversation!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s