Archives For bells&springs

 tive o prazer de conhecer a Rebeca há cerca de 6 anos, num encontro gerado com o intuito de partilharmos experiências à volta da paixão pela alimentação consciente.  foi imediato reconhecermos que esta é apenas uma das paixões que nos liga, e a naturalidade com que a ligação entre as duas se mantivesse segue-nos confirmando que acrescentamos valor e visão ao que cada uma cria.  estaremos juntas para vos receber, estou encantada por poder suportar a sabedoria da Rebeca num menu desenhado especialmente para este workshop : )

.

no dia 04 de Julho, a comme e a cozinha da Bells & Springs acolhem a Rebeca Bandeira (Amo Comida Viva)
– especialista em comida crua (raw food): vamos fazer uma refeição completa,
desmistificando e esclarecendo todas as dúvidas sobre este tipo de alimentação e os seus impactos na saúde.

.

workshop comida viva

.
” Neste workshop vai ficar a conhecer o que é a “Comida Viva”, os benefícios deste tipo de alimentação, as técnicas básicas de preparação aprender/provar receitas nutritivas e muito saborosas, totalmente preparadas com alimentos naturais sem processos de industrialização e cozimento, livre de ingredientes artificiais, glúten,lactose, ovos, açúcar ou gorduras vegetais hidrogenadas.
Com a informação e dicas que irá receber, facilmente poderá incluir no seu regime alimentar alternativas que podem fazer toda a diferença na sua condição de saúde e bem-estar. ” Rebeca Bandeira 
.

data:
04 de Julho, 11h > 14h
45€, degustação incluída

condições:
ingredientes e degustação incluídas
lugar reservado mediante pagamento
vagas limitadas

mais informação e inscrições:
comme.comida@gmail.com

local:
Bells & Springs 
Largo Vitorino Damásio, 4 r/c
1200-872 Lisboa

.
.
* ‘cê escolhe *
traz uma idea de algo que queres aprender a fazer, ou um ingrediente que queres conhecer melhor. será escolhida pelo menos uma sugestão por participante. ideias: quinoa * barrinhas * granola * smoothie * sarraceno * kombu * sopa * … 
data: 23 de Maio, 10h>12h
22€, degustação incluída
.
Screen Shot 2015-05-18 at 20.03.12
.

.
* sopas *
o mistério das sopas cremosas, da sopa de miso, das sopas no forno, das sopas cruas, da sopa vermelha, daquela deliciosa de cogumelos, … 
data: 30 de Maio, 10h>12h
22€, degustação incluída
.
workshop sopas
.

.
* pequenos-almoços *
faremos três tipos de pequeno almoço, de modo a que se adaptem às diferentes estações do ano, às condições energéticas e preferências de cada membro da família. (exemplos: creme de cereais, pastas alternativas à manteiga e doces, mueslis, leites vegetais, batidos e sumos)
data: 13 de Junho, 10h>12h
22€, degustação incluída
.
workshop peq
.
.

receitas vegetarianas, com inspiração macrobiótica e pinceladas de crudívora.
ingredientes que não vamos usar: lácteos, ovos, açúcar, carne, ogm.
[ 95% das receitas são isentas de glúten. em caso de condição de restrição total é necessário aviso prévio ]

.

condições:
ingredientes e degustação incluídas
lugar reservado mediante pagamento
vagas limitadas

mais informação:
isabooo@gmail.com

tortura? ou tentação.
ambas levam a um sentir intenso.
aqui, sem peso na consciência.
[ todas as fotos são de receitas isentas de lácteos, glúten, ovos, açúcar, carne, ogm. ]

comme visit.
na Bells & Springs, em Lisboa.

Screen Shot 2015-03-04 at 21.08.56

manifesto da cozinha~commemorare, por isabel:
cozinhar como um gesto de amor: como fazer amor.
cozinhar como uma declaração de intenção: como criar relação entre alimento e alento.
cozinhar como um acto alquímico: como um procedimento mágico de gerar prazer e saúde.

porque quando comes, quando escolhes com o que te alimentas, escolhes como criar o teu sangue, como dar forma ao teu corpo, como alimentar as tuas células, como nutrir todos os teus sentidos.
porque quando dás ao teu corpo substâncias que ele reconhece como comida, verdadeira comida, ele agradece e retribui.
porque quando lhe dás verdadeira comida, isenta de mil complexidades químicas, aumentas a sensibilidade e capacidade de reconhecer os sinais e a linguagem com que o teu corpo comunica. e essa – a sabedoria da escuta do corpo – é um dos maiores tesouros que nesta vida podemos recordar.

comer, como respirar, é um dos actos mais íntimos.
de quê que te queres rechear?! ;)

comme & workshops

Fevereiro 13, 2015 — Deixe um comentário
facebook cover_COMM-02
cheiram a comida os dedos que teclam. cheia de listas de ingredientes está a cabeça que dita o que escrever.

os últimos meses têm sido passados sobretudo entre panelas e talheres (@Bells&Springs), e o amor por esta prática ganha novas formas.

novidade:
* datas para workshops;
continuação:
* almoços, todas as quintas;
* snacks, sumos, smoothies e mimos, todos os dias;

* iguarias especiais, por encomenda.

WORKSHOPS:
arrancam no final deste mês os workshops de cozinha, na bela cozinha Bells&Springs.
vamos pôr em prática menus de almoço que têm feito as delicias de quem se senta connosco a comer – às quintas-feiras.
o primeiro é já sábado, dia 21!

* menus para almoço *

receitas vegetarianas, com inspiração macrobiótica e pinceladas de crudívora.
ingredientes que não vamos usar: lácteos, ovos, açúcar, carne, ogm. [ 95% das receitas são isentas de gluten. em caso de condição de restrição total é necessário aviso prévio ] ]

sábados, 10h às 14h

21, 28 de Fevereiro
07, 14 de Março

4 x sábado = 200€
1 x sábado = 60€

ingredientes e refeição incluídas
a trazer: avental + faca

mais informação: isabooo@gmail.com
inscrições até dia 18, lugar reservado mediante pagamento

testemunhos de workshops anteriores:
* Obrigada pelo dia de ontem, foi fabulástico! :)
Gostava muito de voltar a repetir! *
* Llegue de barriga llena y corazon contento!!!! Gracias Isabel, fue delicioso, abundante, variado, inspirador, colorido, conversado, expandido a la espontaneidad y maravillosa compania de todas mujeres lindas…. *

sobre a isabel:
alma de artista nascida em família de amantes da cozinha, serve a sua paixão pela saúde integral de forma intuitiva, convidando-nos a descobrir a nossa sabedoria interna para melhor cuidarmos de nós mesmos.
cursou e trabalhou no Instituto Macrobiótico de Portugal, passou por várias cozinhas internacionais, aprendendo e ensinando a mestria que agora serve.
encara o acto de cozinhar como uma meditação activa, focada em para quem e com que intenção prepara cada iguaria.
resistiu teimosamente a tomar nota das suas receitas, aprendendo agora que é uma estrutura necessária para a partilha.
editou três pequenos livros de receitas, e vive com a cabeça cheia de ideias para muitos mais.

manifesto da cozinha~commemorare, por isabel:
cozinhar como um gesto de amor: como fazer amor.
cozinhar como uma declaração de intenção: como criar relação entre alimento e alento.
cozinhar como um acto alquímico: como um procedimento mágico de gerar prazer e saúde.

porque quando comes, quando escolhes com o que te alimentas, escolhes como criar o teu sangue, como dar forma ao teu corpo, como alimentar as tuas células, como nutrir todos os teus sentidos.
porque quando dás ao teu corpo substâncias que ele reconhece como comida, verdadeira comida, ele agradece e retribui.
porque quando lhe dás verdadeira comida, isenta de mil complexidades químicas, aumentas a sensibilidade e capacidade de reconhecer os sinais e a linguagem com que o teu corpo comunica. e essa – a sabedoria da escuta do corpo – é um dos maiores tesouros que nesta vida podemos recordar.

comer, como respirar, é um dos actos mais íntimos.
de quê que te queres rechear?! ;)

tempo de sinos

Dezembro 20, 2014 — Deixe um comentário

uma ode à escuta. para que seja fértil a palavra que nasce.

* boas festas *

image

que os sinos que nos chamam à união nunca deixem de ecoar.
que mantenhamos a capacidade de escutar, e vontade de os seguir.
*
may the bells that call us to gather ever keep on ringing.
may we keep the ability to listen and the will to follow them.

@bellsandsprings

cocināre

Dezembro 12, 2014 — 3 comentários

vai ganhando mais força a proposta commemorare em torno da cozinha, uma proposta que – como os livrinhos editados o promovem – assenta na intenção de cozinhar mais saúde.

agora existe um espaço físico (que já aqui referi várias vezes) que suporta esta criação:
o Bells&Springs é mais que um estúdio de pilates: é um espaço dedicado ao corpo em funcionamento no seu máximo potencial, fazendo uso de cada modalidade – praticada e ensinada – para ajudar cada corpo a ultrapassar os seus desafios.

será que não se nota como é que isto encaixa na mouche com esta visão da alimentação?!
** cozinhar mais saúde & funcionamento do corpo ao máximo potencial **

estarei por aqui concebendo e cozinhando receitas que possam suportar escolhas de quem quer ou precisa escolher mais com mais critérios como, e com o quê, se alimenta;
de quem quer ou precisa sentir o que é retirar do prato ingredientes que nos bloqueiam a absorção das milagrosas propriedades da comida-como-os-nossos-avós-a-conheceram: mais natural, mais orgânica, mais próxima da terra;
de quem quer ou precisa aprender a (re)introduzir ingredientes que optimizam energia pura, mantendo o nosso grau de disponibilidade energética mais estável.
ou… de quem quer apenas experimentar novos sabores e iguarias.
conta quem já experimentou que vale a pena o risco :)
e eu conto que adoro a adrenalina de criar nutrição assim: bem acompanhada.

seguem fotos de algumas das novas criações, e o link para visualização do catálogo completo: cozinare & commemorare
aceitam-se encomendas para as festividades onde desejem que as iguarias actuem. (contactem-me por e-mail indicando quantidades e dimensões dos produtos desejados, contacto telefónico e data de recolha. aguardar e-mail de confirmação)

aproveito para anunciar que às quintas-feiras (salvo imprevistos) estou a preparar almoço completo (sopa, prato, sobremesa).
as refeições são maioritariamente vegetarianas, com inspiração macrobiótica e pinceladas de crudívora, adaptadas à estação do ano e disponibilidade local. os produtos são preferencialmente de origem biológica.
ingredientes que não vão encontrar: lácteos, ovos, açúcar, carne, ogm.

é necessário reserva até às 9h (manhã) de quarta-feira, e os lugares são limitados. reservas por e-mail, indicando a hora a que desejam comer e aguardando uma resposta de confirmação.( take-away também disponível )
caso tenham alguma restrição mais específica indiquem no e-mail de reserva.

que eu possa ter o prazer de vos ver, prazerosamente, desfrutar destes mimos : )

recordar e sonhar

Dezembro 1, 2014 — Deixe um comentário

o aparente silêncio que habita nas entrelinhas de uma imagem acorda a capacidade imaginativa de recordar o que já foi
e de sonhar o que há de vir.


entre as imagens que arrastava para posterior edição encontrei nestas duas, em ligação ao momento em que as fotografei, uma curiosa relação de passado e futuro. como se a composição que cada uma expressa activasse em mim o valor do que vivi e o desejo pelo que quero criar. eu sei que é apenas uma tarte de amêndoa e abóbora, e eu vejo família – a que foi e a que virá.

levantando o véu ao que está a surgir, as fotos e a tarte foram cozinhadas na Bells & Springs de onde mais propostas relacionadas com a paixão de cozinhar ganharão forma. o espaço físico é lindíssimo, e a expressão família pulsa na visão de um futuro que anima a responsabilidade de cuidar e empoderar o corpo como casa, que nos apoia a dar expressão aos nossos sonhos.
alimento e movimento estão aqui a dar as mãos. venham as bênçãos :)

* bells

Outubro 25, 2013 — Deixe um comentário

image

tenho a honra de fotografar corpos. o privilégio de os reconhecer belos, expressivos, autênticos. as fotografias deste artigo são sessões não planeadas, que ocorrem na magia do espaço contíguo ao que agora também habito.

aproveito-as para vos apresentar a Bells & Springs, uma casa onde se cuida de corpos, onde se honra a sua funcionalidade, enaltecendo o serviço que o corpo presta à expressão de quem somos.
as artes ensinadas estão aos cuidados de mestres que se revelam na presença e atenção a quem os procura, disponibilizando o seu compromisso em dar o melhor de si para descobrir e fortalecer o melhor em cada aluno.

prestes a entrar num fim de semana profundamente dedicado à inerente sabedoria dos corpos, deixo-vos a inspiração de nos comprometermos com o respeito e sintonização para o que o corpo nos pede: seja movimento ou quietude, aceleração ou abrandamento. o que te faz sentir mais vivo, o que te faz tocar a tua campainha, a tua bell?

boas respirações ;)